Sistema de Iluminação de Emergência: Conceitos e importâncias do Sistema de Iluminação de Emergência


Sistema de Iluminação de emergência: É um sistema automático que tem por finalidade a luminosidade do ambiente em caso de queda de energia, proporcionando segurança e prevenindo acidentes. Sua aplicação é ideal em hotéis, restaurantes, clubes, lojas, indústrias, hospitais, residências, pousadas, campings e etc.local, para facilitar a saída ou a evacuação segura as pessoas.

A Iluminação para fins de segurança se divide em dois tipos:

  • Iluminação de aclaramento (ambiente) – Iluminação com intensidade suficiente para garantir a saída segura de todas as pessoas do local em emergências. Essa iluminação deve atender a todos os locais que proporcionam uma circulação vertical ou horizontal, de saídas para o exterior das edificações, as rotas de saída.Também deve assinalar todas as mudanças de direções, obstáculos, escadas, etc..
  • Iluminação de balizamento (sinalização)  – Feita com símbolos e letras que indicam a rota de saída que pode ser utilizada.

Tipos de Sistemas

a- Conjunto de blocos autônomos: Definido como aparelhos de iluminação de emergência constituídos por um único invólucro adequado, contendo lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou similares e:

  • Fonte de energia com carregador;
  • Sensor de falha na tensão alternada.

Cada bloco autônomo, ponto de luz e placa de saída possuem baterias próprias e próprios carregadores de bateria.

b- Centralizado com baterias: O sistema centralizado com baterias acumuladores elétricos deve ser composto de circuito carregador com recarga automática. Assim, garantindo a autonomia do sistema de iluminação de emergência.

São dotados de um painel de controle, rede de alimentação, luminárias de emergência e fontes de energia contínua (as baterias).

 c- Centralizado com grupo gerador: Sistemas de emergência em que a fonte de alimentação é constituída por um grupo de motogerador com acionamento automático no caso de falha ou falta de alimentação de rede pública.

A luminária de emergência pode ser utilizada em halls de prédio, elevadores, garagens, saídas de emergência de teatros, de escolas, hotéis, shopping.

* Ela é acionada automaticamente na falta de energia.

O material usado para sua fabricação deve ser do tipo que impeça propagação de chama e que, em caso de sua combustão, os gases tóxicos não ultrapassem 1% daquele produzido pela carga combustível existente no ambiente.

* * Código Corpo de Bombeiros – Seção XII – ARTIGO 30 **

 1* Para instalação desde sistema serão exigidos no projeto:

I – Indicação da posição das luminárias;

II- Indicação da posição da central do sistema;

III-Indicação da posição da fonte de alimentação;

IV- Legenda do sistema.

*4 As fontes de alimentação deverão ser suficientes para alimentar o sistema, garantindo no mínimo duas (02) horas de autonomia;

 – A distância máxima entre dois pontos de iluminação de ambiente deve ser equivalente a quatro vezes a altura da instalação destes em relação ao nível do piso;

– A distância máxima entre dois pontos de iluminação de aclaramento deve ser 15m ponto a ponto.

Deixe uma resposta